Autoras: ATAINARA DE FATIMA GIURIATO; LUIZA EMANUELA BAIER GALON.

Mudanças no sistema de gestão das organizações são influenciadas diretamente pela cultura ali instaurada, que pode facilitar ou dificultar sua execução. À vista disso, o objetivo deste estudo de caso é identificar questões relacionadas à influência da cultura organizacional na implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ), utilizando como referência a norma ABNT NBR ISO 9001:2015, em um escritório de advocacia tradicional, identificando vantagens e desvantagens, pontos dificultadores e facilitadores e mudanças relacionadas. Neste sentido, são identificadas as principais barreiras encontradas à sua implantação, de modo a contribuir para que outros escritórios utilizem esse conhecimento gerado e possam utilizá-lo ao buscar o diferencial competitivo que um SGQ proporciona. Para atingir esse objetivo foi adotada a metodologia de pesquisa qualitativa fundamentada na observação de uma realidade única, configurando-se como estudo de caso único, por meio de diagnóstico cultural e análise anterior e posterior à implantação do SGQ. Constatou-se que, para que a implantação de um novo sistema de gestão resulte em benefícios para a organização, uma mudança cultural é necessária visto que os aspectos tradicionais da cultura, como alta dependência em nível hierárquico, ausência da utilização de ferramentas de gestão e resistência à inovação, se apresentam como influência negativa na sua realização, e outros fatores como possuir um sistema informatizado interno e um fluxo determinado das atividades de cada processo favorecem a implantação, fazendo com que existam diferentes percepções das mudanças de acordo com as características de cada grupo.

Palavras-chave: Cultura organizacional. Gestão da qualidade. Advocacia. Mudança cultural.